ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS PARA EXCELÊNCIA DA REPARAÇÃO AUTOMOTIVA.
“Representação pra valer”
+55 (11) 96763-4537

Notícias

E assim as seguradoras vão sendo desmascaradas ...




Cliente oculto aponta que seguradoras pagam valores insuficientes para perfeita reparação dos veículo sinistrados

Pesquisa encomendada pelo grupo Oficinas do Bem, núcleo do Projeto Empreender ACIRP/Sebrae, indica que valor médio cobrado pelas oficinas é de R$ 94,44

O Oficinas do Bem, núcleo do Projeto Empreender da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto e do Sebrae que reúne empresas de funilaria e pintura automotiva, encomendou uma pesquisa inédita para a Empresa Junior FEA-RP com o objetivo de desvendar o custo médio da mão de obra do setor em Ribeirão Preto.

Segundo o estudo, o valor médio cobrado na cidade é de R$ 94,44 por hora. Para isso, a consultoria visitou 18 das principais oficinas da cidade utilizando uma pesquisa de cliente oculto, com uma metodologia que avaliou, além do preço, qualidade do serviço e a segurança do cliente em confiar seu carro no estabelecimento.

 â€œO consumidor tem o direito de saber os custos envolvidos na reparação de seu veículo, uma vez que isso impacta diretamente na qualidade dos serviços e peças”, explica Angelo Coelho, que é Presidente da ABRAESA – Associação Brasileira da Indústria Comércio para Excelência da Reparação Automotiva, entidade que participa do Núcleo Oficinas do Bem. “Conhecer esses valores é uma arma do consumidor para exercer seu direito de escolher onde vai realizar a reparação de seu veículo, sem ser pressionado e direcionado pelas seguradoras”, explica.

Com o resultado da pesquisa, foi possível constatar que as seguradoras pagam metade do valor de mercado, pressionando para baixo a qualidade dos serviços. “Com tamanha diferença, não é difícil concluir que o consumidor tem muita chance de ter seu carro mal reparado quando envolve uma seguradora de automóvel. E isso significa que, além de alta desvalorização do bem, as seguradoras geram risco enorme para segurança das pessoas no trânsito”, como foi confirmado em uma recente fiscalização realizada pelo PROCON e Ministério Público de Ribeirão Preto junto as oficinas credenciadas a pedido da entidade. Assim, é fundamental que o consumidor busque sempre sua oficina de confiança. Caso não tenha, busque saber quais são as oficinas do núcleo em Ribeirão Preto (www.oficinasdobem.com.br) , finalizou, Angelo Coelho.

Metodologia
A pesquisa inédita no Brasil foi realizada pela empresa Junior FEA-RP sob supervisão do professor doutor Paulo Miranda, em 18 das principais oficinas do mercado reparador da cidade, excluindo concessionárias de veículos e pequenas empresas. Duplas de consultores visitaram os estabelecimentos orçando a substituição da porta dianteira esquerda sempre de um mesmo carro, modelo HB20X 1.6 123cv Flex, cor prata e ano de 2016. No orçamento, a peça seria fornecida pelo cliente. A metodologia utilizada para contabilizar a quantidade de horas necessárias foi a mesma aplicada pela seguradoras.


http://www.sindifupi.org.br/webapps/imagefile/arquivos/relatorio-final06022020184521.pdf 




Retornar

Rua Mossamedes, 115 sala 1 e 2 - Tatuapé
São Paulo, SP - CEP 03325-000
Geral: 11-3791-8096 | Jurídico: 11-2611-0310
Financeiro: 11-4801-6061 | Whatsapp: 11-96763-4537
contato@abraesa.org.br